Evolução do Wi-Fi: como a tecnologia avançou e potencializou outras soluções

Houve um tempo em que ter apenas um computador desktop em um cômodo da casa era suficiente. Aguardávamos pacientemente a conexão discada e dividíamos o tempo de uso com os outros membros da família. Hoje em dia é totalmente diferente! Precisamos de internet em todos os cantos e equipamentos. É difícil imaginar uma rotina sem conexão wireless, não é mesmo? Com a evolução do Wi-Fi, dispositivos eletrônicos e até eletrodomésticos podem se conectar à rede sem precisar de um cabo.

Neste post, entenda melhor os padrões Wi-Fi 4, 5 e 6, como o desenvolvimento dessa tecnologia potencializou o surgimento de outras e saiba como escolher a solução adequada às suas necessidades. Confira!

Evolução dos padrões Wi-Fi

Quando falamos em Wi-Fi, nos referimos a uma conexão wireless de internet do tipo WLAN – Wireless Local Area Network, de padrão IEEE 802.11. Como em outras transmissões sem fio, essa é feita via ondas de rádio.

O Wi-Fi evoluiu muito nos últimos vinte anos, até alcançar os padrões mais utilizados hoje em dia: Wi-Fi 4, 5 e 6. Eles são resultado do avanço de outras três tecnologias, mais antigas:

  • 802.11a: frequência 5 Ghz e velocidade de 54 Mbps, lançada em 1999;
  • 802.11b: frequência 2,4 GHz e velocidade de 11 Mbps, também lançada em 1999;
  • 802.11g: frequência 2,4 Ghz e velocidade de 54 Mbps, surgida em 2003.

Mas, com o aumento da demanda, essas tecnologias foram superadas. A cada novo padrão de Wi-Fi a velocidade, o alcance e a disponibilidade de equipamentos compatíveis melhoram. Veja quais são os padrões Wi-Fi que estão disponíveis no mercado hoje.

Wi-Fi 4

O Wi-Fi 4, também chamado de 802.11n, foi lançado em 2009. Entre as principais características estão:

  • Velocidade de 150 a 300 Mbps;
  • Operação na frequência 2,4 GHz;
  • Possibilidade de usar mais de uma antena no roteador para melhorar o sinal e aumentar a capacidade de tráfego;
  • Alta eficiência: acesso à internet, e-mail e troca de mensagens instantâneas.

Wi-Fi 5

Em 2013 surgiu o padrão 802.11ac, motivado pelo crescimento das novas tecnologias e dos serviços de streaming, transmissões de vídeo, jogos online e da prática do home office. É a tecnologia mais cresce hoje em dia.

Principais características:

  • Velocidade de 867 Mbps ou mais, na frequência 5 GHz;
  • Operação em frequências 2,4 e 5 GHz – dual band;
  • Velocidade de até 3,5 Gbps no modo dual band;
  • Alta eficiência: acesso à internet, telefonia IP, e-mail, monitoramento de vídeo, transmissão de vídeo, ambientes com múltiplos dispositivos conectados.

Wi-Fi 6

O padrão 802.11ax é o mais avançado do mercado, presente nos dispositivos top de linha. Por ser um padrão recente, ainda não se popularizou. Desenvolvido com base nos pontos fortes do seu antecessor, o Wi-Fi 6 adiciona eficiência, flexibilidade e escalabilidade, pois permite que redes novas e já existentes consigam aumentar sua velocidade e capacidade com aplicativos da nova geração.

Principais características:

  • Velocidade de até 9,6 Gbps;
  • Operação nas frequências 2,4 GHz e 5 GHz;
  • Maior capacidade de conexão de dispositivos;
  • Alta eficiência: monitoramento de vídeo, videoconferência, aplicativos de colaboração de alta densidade e definição, vídeos 4K, ambientes totalmente conectadas por wireless, jogos online, diagnóstico 3D.

Conectividade de dispositivos: as possibilidades criadas pela evolução do Wi-Fi

Os dispositivos acompanharam a evolução do Wi-Fi. Com o melhor desempenho na conexão wireless, foi possível desenvolver tecnologias de todos os tipos. A Internet das Coisas – IoT – é o melhor exemplo disso. Os objetos passaram a ter conexão com a internet e isso trouxe uma série de facilidades para o dia a dia, oferecendo comodidade e segurança.

Uma das áreas que mais se beneficiou com a evolução do Wi-Fi foi a de segurança. Se antes ter uma câmera em casa representava um alto investimento, hoje há câmeras Wi-Fi acessíveis e que permitem acompanhar o que está acontecendo no ambiente de qualquer lugar, por meio de um aplicativo no smartphone. Outro exemplo são os sensores de segurança sem fio, que contam com a conexão Wi-Fi para se comunicar com a central de alarme e ajudam a detectar invasões rapidamente.

Além disso, o conceito de IoT abrange muitos eletrodomésticos – das SmartTVs, já bastante populares, até geladeiras e máquinas de lavar inteligentes. Conectados, aparelhos como esses proporcionam comodidade e praticidade ao dia a dia. Os smart speakers são soluções que seguem o mesmo caminho: são capazes de auxiliar nas tarefas, automatizar rotinas, solicitar reproduções de músicas e informações sobre trânsito, previsão do tempo e até mesmo alguma receita que você deseja, tudo por comando de voz.

Por conta de tantos dispositivos conectados, a demanda por uma conexão Wi-Fi de qualidade é crescente. E saber escolher a tecnologia mais adequada para as suas necessidades é essencial.

evolucao-do-wi-fi-mulher

Por que é importante saber escolher a solução ideal

Os dispositivos que você usa internet, se conectam a rede wireless emitida pelo roteador. Para que você possa usufruir do melhor desempenho, os equipamentos devem ser compatíveis, ou seja, utilizar o mesmo padrão Wi-Fi do roteador ou inferior.

Isso não significa, no entanto, que você deve ter o roteador mais moderno, com Wi-Fi 6 – que são um investimento mais elevado e ainda existem poucos modelos no mercado. Soluções que precisam de conectividade mais simples, como os sensores, por exemplo, podem utilizar padrões 4 ou 5 sem prejuízo de performance.

O que fazer, afinal?

Se você mora em apartamento e utiliza a internet para smartphone, notebook e SmartTV os roteadores dual band AC são uma boa opção. Com eles você pode utilizar dispositivos do padrão Wi-Fi 4 ou 5, sem problemas de incompatibilidade, com mais velocidade e menos interferência.

Já em residências maiores, ou aquelas que precisam de um sinal Wi-Fi de qualidade por todos os ambientes, que têm mais dispositivos conectados, os roteadores mesh dual band AC são uma solução mais adequada. Eles cobrem uma área de cobertura maior e criam uma rede única para faixas de frequência diferentes. Assim, os dispositivos se conectam automaticamente no melhor sinal possível, o que melhora a experiência de navegação.

Quem somos

A Empresa

Fundada em 1994, a Nataltel é revendedora autorizada da Intelbras no estado do Rio Grande do Norte e referência em produtos e serviços nas áreas de segurança, telecomunicações e redes.

Especializada em centrais telefônicas para empresas e condomínios, cabeamento estruturado, câmeras e sistemas de monitoramento.

Open chat
Precisa de Ajuda?