Portaria remota para condomínios: integração e tecnologia

Se você busca mais segurança e redução de custos no condomínio, a portaria remota é uma opção bastante interessante. E a economia pode ser de até 70% — dependendo do número de apartamentos — e o retorno do investimento é de cinco a seis meses. Além disso, o sistema automatizado facilita os processos que envolvem comunicação, praticidade, segurança e eficiência.

O que é a portaria remota?

A portaria remota consiste no funcionamento automatizado de dispositivos para monitorar e controlar o acesso ao condomínio. Esses equipamentos são integrados e gerenciados por um operador à distância ou pelos próprios moradores (portaria autônoma).

Por exemplo, a entrada de um visitante pode ser concedida por um vigilante remoto mediante autorização do morador. Ou ainda, pelo próprio condômino. Em ambas formas, não há necessidade de ter um colaborador realizando esta atividade na portaria do prédio.

Contudo, é preciso lembrar que a chegada de um novo sistema também requer uma mudança de hábitos por parte dos moradores, por isso, vale tomar alguns cuidados.

Saiba como implantar a portaria remota para condomínios

O síndico do condomínio tem um grande desafio na estruturação de um projeto eficiente. Confira a seguir, os pontos que devem ser avaliados ao implantar essa solução:

  • Discuta o assunto com os condôminos em assembleias: o planejamento e execução do projeto requer reuniões para apresentação da ideia e conscientização dos moradores;
  • Pesquise empresas e faça orçamentos: escolha o serviço que ofereça o melhor custo-benefício, ou seja, que faça a análise de risco eficiente, avaliando as características do condomínio, moradores e bairro, e com um orçamento adequado para o projeto;
  • Considere a qualidade dos equipamentos: tenha atenção na aquisição de equipamentos utilizados na estrutura da portaria remota para que sejam confiáveis e ofereçam suporte do fabricante sempre que necessário;
  • Mantenha o porteiro por um período: uma vez apresentado e explicado detalhadamente o novo conceito aos condôminos, a implementação pode ser feita de forma gradativa. Uma boa sugestão é manter o porteiro ou vigilante por um período até que todos se adaptem.

Se o seu condomínio achar melhor, também é possível continuar com o porteiro, que trabalhará junto com os controladores de acesso para aumentar ainda mais a segurança. Essa opção não tem como prioridade a redução de custos.

Portaria remota: como funciona?

Quando falamos em portaria, seja ela remota ou não, devemos sempre levar em consideração três frentes fundamentais:

  • Comunicação – permite a troca de informações com os moradores, como o aviso de recebimento de encomendas, entre outras. Aqui entram sistemas de interfonia, porteiro eletrônico, videoporteiro, fechaduras, etc;
  • Controle de acesso – garante que apenas pessoas autorizadas estejam presentes no condomínio. Há uma ampla gama de produtos nessa categoria e os tipos de acesso podem variar: senhas numéricas, biometria (principalmente o reconhecimento facial, cada vez mais comum em condomínios), tags e leitura de etiquetas veiculares (para garagem);
  • Vigilância – possibilita o monitoramento, ou seja, a visualização de quem entra ou sai do local. As câmeras de segurança são os principais equipamentos dessa frente.

Além disso, o coração do sistema de portaria remota para condomínios passa por uma central de comunicação integrada.
De modo geral,o circuito é formado por câmeras colocadas em lugares estratégicos que captam imagens e sons de fácil leitura. Bem como os sensores de presença identificam a movimentação do local, os porteiros eletrônicos e as fechaduras também são conectadas a um aplicativo ou uma central de monitoramento.

Essas estruturas tecnológicas são autônomas, como centrais telefônicas IP ou gateways, que permitem a interface com visitantes e moradores de um condomínio sem que haja a necessidade de um funcionário na portaria.

A seguir, vamos entender melhor qual a importância de uma central de comunicação.

Centrais de comunicação condominiais

Para condomínios com menos unidades residenciais, o indicado é uma central de comunicação com capacidade de ramais reduzida (existem aparelhos de 16 até 352 ramais).
Já para conjuntos residenciais maiores, que têm a necessidade de mais pontos, o ideal é contar com uma solução IP, que oferece acima de 500 conexões. Para ainda mais ramais, pode-se usar essas duas centrais em conjunto.

Para a implantação da portaria remota, a comunicação IP é imprescindível. Um dos principais benefícios de utilizar uma solução como a IP é a redução de custos. Com ela, é possível fazer o roteamento inteligente de chamadas e os ramais IP distribuídos.

As chamadas entre o porteiro, a central de atendimento e os moradores do prédio não geram cobrança, pois não dependem de uma operadora de telefonia. E as chamadas podem ser gravadas, o que permite maior controle das ligações, protegendo as informações dos moradores do condomínio.

Além disso, o aparelho de telefone que atende a portaria remota também pode realizar chamadas externas com tarifas muito mais baixas através de uma operadora VoIP.
Pensando no restante dos equipamentos necessários, as portarias remotas também precisam contar com dispositivos para todo o sistema. Um exemplo são as câmeras IP que capturam imagens em alta definição, realizam gravação via rede e possuem alarmes de detecção de movimento, permitindo o monitoramento por meio de aplicativos em smartphones.

Já os equipamentos de controle de acesso, como interfones, controladores de acesso, etc., podem fazer integração com tags RFID, software gestor de acessos, terminais condominiais, entre outros.

Vantagens da portaria remota

A portaria remota oferece diversos benefícios para a administração condominial. Conheça as principais.

Mais comodidade no controle de acesso

A tecnologia da portaria remota tem como principal vantagem a comodidade no controle de acesso. A razão disso é a possibilidade de liberar a entrada de visitantes à distância, sem precisar se deslocar até a portaria. Além da entrada ser facilitada por fechaduras remotas que dispensam a necessidade de chaves. Por exemplo, o uso da tag de acesso possibilita a entrada apenas por aproximação.

Aumento na segurança

A segurança é um ponto importante para o investimento em portaria remota. O condomínio pode ser monitorado por profissionais 24h por dia, 7 dias por semana. Esses profissionais remotos ficam disponíveis para cuidar de qualquer eventualidade no condomínio, assim, podem vigiar e acionar a polícia no caso de alguma ameaça.

Além disso, o sistema possibilita a gravação das imagens de câmeras e ligações dentro do empreendimento, o que permite o controle sobre o fluxo de pessoas e informações dos moradores do condomínio, garantindo também a segurança eletrônica.

O monitoramento à distância possibilita ao morador atender os visitantes sem precisar ter o contato direto, evitando o acesso por pessoas desconhecidas e, com isso, eventuais tentativas de invasão.

Redução de custos

De novo, uma das principais motivações para implantação da portaria remota é a diminuição de custos – até 70%. Isso porque ela pode reduzir o número de funcionários, já que após a adaptação dos condôminos ao sistema, o contato para liberação do acesso é feito por um responsável que trabalha à distância, ou então, pelo próprio morador (portaria autônoma).

Em condomínios maiores, o contexto é o mesmo, visto que o controle é centralizado e não é preciso diversos colaboradores em cada ambiente.


Quem somos

A Empresa

Fundada em 1994, a Nataltel é revendedora autorizada da Intelbras no estado do Rio Grande do Norte e referência em produtos e serviços nas áreas de segurança, telecomunicações e redes.

Especializada em centrais telefônicas para empresas e condomínios, cabeamento estruturado, câmeras e sistemas de monitoramento.

Quem somos

A Empresa

Fundada em 1994, a Nataltel é revendedora autorizada da Intelbras no estado do Rio Grande do Norte e referência em produtos e serviços nas áreas de segurança, telecomunicações e redes.

Especializada em centrais telefônicas para empresas e condomínios, cabeamento estruturado, câmeras e sistemas de monitoramento.

Open chat
Precisa de Ajuda?